Imprimir

Casamento Comunitário - Muitos casais já estão inscritos.

AddThis Social Bookmark Button

No último sábado, dia 20 de setembro, os alunos do curso de Direito da Faculdade Dr. Francisco Maeda funcionários e a Oficial do Cartório de Registro Civil, Dra. Erika Rubião Lucchesi, no Dia da Responsabilidade Social, promovido pela Faculdade Francisco Maeda (Fafram), fizeram a seleção dos primeiros casais que participarão do Casamento Comunitário. O evento está marcado para o dia 25 de outubro, também no Campus da FE.

Cerca de 150 alunos do curso de Direito auxiliaram o trabalho dos cartorários no processo de documentação dos casais para o Casamento Comunitário, que será gratuito. A única taxa será da publicação dos editais.

Os casais que ainda têm interesse em aproveitar a oportunidade para a união matrimonial devem comparecer até o dia 8 de outubro, no Cartório de Registro Civil, levando documentos pessoais, como RG, CPF, certidão de nascimento e casamento com a averbação do divórcio, se necessário, e comprovante de residência na cidade.

Surpresas
Além da cerimônia civil, os alunos do curso de Direito estão preparando uma festa, com presentes para serem sorteados, música, fotos e mais outras surpresas para os casais. A comunidade ituveravense será convidada para participar, por meio de doações ou patrocínios para viabilizar a festa. Qualquer dúvida ou interesse em realizar alguma doação, os interessados devem procurar o Cartório de Registro Civil ou pelo telefone (16) 3729-2898.

Direito
A Oficial do Cartório de Registro Civil, Dra. Erika Rubião Lucchesi, falou sobra a importância de oficializar a união dos casais. “É um evento importante, pois oferece a oportunidade da população, que não tem condições de arcar com as despesas do processo de casamento, regularizar sua situação civil. Continuaremos com a seleção e os casais poderão levar os documentos no Cartório de Registro Civil até o próximo dia 8. Outro ponto importante é que se algum casal não for selecionado, mas se enquadrar nos requisitos, poderá procurar o cartório, que terá o mesmo direito”, ressaltou.

Fonte: Tribuna de Ituverava

Veja Também

Prev Next