Imprimir

22ª Agrishow - Fafram e FFCL estiveram presentes

AddThis Social Bookmark Button

A Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram) e Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (FFCL), instituições mantidas pela Fundação Educacional de Ituverava, estiveram presentes na 22ª Agroshow, onde foi montado um estande com informações sobre os cursos oferecidos pelas faculdades.

Márcio Pereira, diretor da Fafram considera positiva a participação da instituição nesta 22ª edição. “A Fafram participa do agrishow desde a sua 1ª edição. Esse ano nosso estande foi muito visitado por alunos de escolas agrícolas, produtores rurais, empresários dos diversos segmentos dos setores do agronegócio e por pessoas interessadas em fazer cursos oferecidos pelas duas mantidas da Fundação Educacional de Ituverava, Fafram e FFCL”, afirma o diretor da Fafram.

“Tivemos a oportunidade de apresentar projetos desenvolvidos em nossa instituição e fazer contatos com as empresas para consolidar as parcerias já existentes e fazer novas parcerias para o desenvolvimento de novos projetos, convênios para estágios de nossos alunos e colocação no mercado de trabalho para nossos alunos egressos”, diz Márcio Pereira.

agrishow2015-4

agroshow2015-1

 

agrishow2015-5

agrishow2015-2

agrishow2015-3

Imprimir

Parcintec da Fafram atua em prol de inovação tecnológica

AddThis Social Bookmark Button

banner-parcintec

Em Ituverava, o programa funciona desde 2008, buscando o desenvolvimento sustentável do agronegócio na região

Pensando em melhor atender à demanda por tecnologia em Ituverava e região, a Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram) - instituição de Ensino Superior mantida pela Fundação Educacional de Ituverava - dispõe do Programa de Parcerias de Inovação Tecnológica (Parcintec), que é um projeto institucional envolvendo áreas públicas e privadas. com o objetivo de prover, a partir do agronegócio e tendo como base a inovação, o desenvolvimento sustentável da região.

Em Ituverava, o programa funciona desde 2008, e é uma parceria entre a Embrapa, o Grupo de Apoio à Inovação e Desenvolvimento do Agronegócio Regional, Prefeitura de Ituverava e Fundação Educacional de Ituverava, através da Fafram.

Em entrevista concedida à Tribuna de Ituverava, o diretor da Fafram, Márcio Pereira, explica sobre o funcionamento do Parcintec. “O programa funciona através da união de esforços técnicos, materiais e administrativos, promovendo de forma institucionalizada a transformação do conhecimento científico e tecnológico em inovação”, afirma o diretor.

“A área de atuação envolve os municípios de Ituverava, Aramina, Buritizal, Guará, Igarapava, Ipuã, Miguelópolis, Morro Agudo, Nuporanga, Orlândia, Sales de Oliveira e São Joaquim da Barra, totalizando uma área cultivada de mais de 570 mil hectares”, ressalta Pereira.

Ainda de acordo com ele, o Parcintec “atende demandas específicas; intermedeia contato entre instituições de pesquisa e setor produtivo; intermedeia contratos entre instituição de assistência técnica e transferência de tecnologia pública e privada; organiza e participa de eventos técnicos e de treinamentos; como palestras, cursos e dias de campo; treinamento de mão-de-obra e propõe ações de inovação e desenvolvimento”.

Agronomia

O desenvolvimento de tecnologias voltadas ao campo, idealizadas pelo Parcintec, se tornam ainda mais importantes devido ao curso de Agronomia que funciona na Fafram, e considerado um dos melhores do país, tanto pela qualidade do corpo docente quanto pela estrutura para as aulas teóricas e práticas.

O Programa de Parcerias de Inovação Tecnológica (Parcintec) funciona de segunda a sexta-feira, no Campus II da FE (Sítio das Acácias), das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h.

Estação Meteorológica

Outro projeto do Parcintec em Ituverava é a Estação Meteorológica, também instalada na Fafram. Através do aparelho, é possível saber a respeito de temperaturas, quantidades de chuvas e ventos em Ituverava.

Parcintec

O objetivo do Parcintec é identificar demandas e promover a articulação de parcerias e ações institucionais com o objetivo de potencializar o atendimento delas. Para tanto, envolve as unidades da Embrapa e outras instituições do Sistema Nacional de Pesquisa Agropecuária, bem como instituições científicas, universidades, governos e setor privado.

A partir daí, os parceiros desenvolvem programas de atendimento às necessidades dos diversos segmentos do setor agropecuário destes municípios e regiões.

Fonte: Tribuna de Ituverava

Imprimir

Comunicados da Fundação Educacional de Ituverava

AddThis Social Bookmark Button

 
A Fundação Educacional de Ituverava disponibiliza à comunidade acadêmica e a quem interessar os seguintes comunicados:

Imprimir

Ações beneficiam não apenas os estudantes da instituição, mas toda a sociedade

AddThis Social Bookmark Button

Considerada uma referência regional em ensino, a Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram), instituição de Ensino Superior mantida pela Fundação Educacional de Ituverava, desenvolve um importante trabalho social, oferecendo cursos, projetos e ações que beneficiam não apenas os seus estudantes, como toda a sociedade.

Entre os principais, estão a Central de Recebimento de Embalagens Vazias de Agrotóxico, o Programa Comunidade Fafram e o Programa Melhorando a Vida no Campo. Além disso, anualmente a instituição promove o Dia Nacional da Responsabilidade Social.

A Central de Recebimento de Embalagens Vazias de Agrotóxico da Fafram funciona há treze anos, e é a única gerenciada por uma faculdade. Além de receber, processar e reciclar embalagens de agrotóxico, a central desenvolve ações sócio-educativas, como palestras e treinamentos sobre o uso correto e seguro de agrotóxicos, coleta solidário com doação de alimentos a entidades carentes de Ituverava e região, doação de mudas na Semana do Meio Ambiente e promove o Dia Nacional do Campo Limpo, evento realizado anualmente.

“O central tem o objetivo de atender agricultores e empresas ligadas ao agronegócio, recebendo embalagens vazias de agrotóxico, as quais são encaminhadas para a reciclagem ou incineradas”, explica o diretor da Fafram, Márcio Pereira.

“Em 2010, a central conquistou o 1° lugar em nível nacional no XXIII Prêmio Mérito Fitossanitário na categoria Campo Limpo. Em 2011, foi a 1ª colocada n categoria de centrais de médio porte e 2° lugar em nível nacional na avaliação do Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (inpEV).

Programas

Já o Programa Comunidade da Fafram oferece palestras educativas e vocativas realizadas pelos alunos da Fafram em escolas da rede pública e privada de Ituverava; mini-cursos de capacitação, como construção de hortas, culinária, jardinagem, entre outros; Revenda Responsável, que é a orientação às revendas agropecuárias; Projeto Carroceiro, que é a orientação e acompanhamento dos animais de tração da região; projeto de castração gratuita de animais de rua para a população carente; Inclusão Digital, que são cursos de informática à população carente e à terceira idade, e a Zooterapia, que funciona junto aos alunos da Associação de Pais e Amigos de Excepcionais (Apae).

Há ainda o Programa Melhorando a Vida no Campo, que já levou informação e conhecimento a mais de 12 mil pessoas, através de assistência técnica gratuita aos feirantes de Ituverava e introdução do Selo Fafram, selo de qualidade conferido aos feirantes que desenvolveram boas práticas agrícolas; grupo de estudos sobre assuntos de sustentabilidade e caracterização dos pescadores, piscicultores e ribeirinhos dos municípios de Guará, São Joaquim da Barra, Ituverava e Ipuã.

Responsabilidade social

Entre as atividades do Dia Nacional da Responsabilidade Social, evento promovido anualmente pela Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram), estão: o projeto carroceiro, para atendimento a cavalos e castração de cães no Hospital Veterinários; aferição de pressão e glicemia realizadas pelos alunos do curso de Enfermagem; projeto de Educação Ambiental, promovido pela Central de Recebimento de Embalagens; Projeto de Inclusão Digital e várias atividades recreativas.

Durante o evento, também são apresentados os cursos de graduação oferecidos pela Fafram: Agronomia, Direito, Enfermagem, Medicina Veterinária e Sistemas de Informação.

“Essas iniciativas de responsabilidade social são imensamente importantes, pois tudo é feito pensando em proporcionar benefícios à comunidade e oferecer mais aprendizado aos alunos, com diversas atividades práticas que os colocam em contato com suas futuras profissões”, completa o diretor Márcio Pereira.

Fonte: Tribuna de Ituverava

Imprimir

Recepção dos Calouros 2015 FAFRAM

AddThis Social Bookmark Button

A Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram) realizou, nos dias 9, 10 e 11, a tradicional Recepção de Calouros dos cursos de Agronomia, Medicina Veterinária, Direito, Enfermagem e Sistemas de Informação. O evento foi realizado no campus II (Sítio das Acácias), onde funciona a instituição de ensino.

Programação

Os calouros dos cursos assistiram na segunda-feira dia 09/02, a apresentação da Faculdade através do diretor Marcio Pereira, apresentação da Biblioteca e apresentação dos coordenadores dos cursos.

A faculdade ofereceu também um almoço de confraternização, com a presença dos pais, alunos coordenadores, professores e funcionários da instituição de ensino superior.

Na terça-feira dia 10/11 palestra "Drogas lícitas e Ilícitas" com a Dra. Cristina Marcia Wolf membro do CONSEG( Conselho Municipal de Segurança), também a palestra "Direitos e Deveres do cidadão ituveravense", com o Tenente Regis Antônio Mendes, da Policia Militar, visita técnica e um almoço oferecido pela faculdade.

Na quarta-feira dia 11/12 – visita técnica as propriedades da região para o curso de Agronomia

foto01

foto08

foto01a

 

Imprimir

Fafram conta com vários laboratórios de pesquisa

AddThis Social Bookmark Button

banner-laboratoriosLaboratórios são utilizados em aulas práticas, trabalhos e pesquisas

Além da qualidade de ensino e excelência do corpo docente, as instituições de Ensino Superior mantidas pela Fundação Educacional de Ituverava, Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (FFCL) e Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram), se sobressaem pela qualidade na estrutura de seus campi.

No caso da Fafram, por exemplo, existem diversos laboratórios, utilizados em aulas práticas, trabalhos e pesquisas dos alunos dos cursos de graduação em Agronomia, Ciências Biológicas, Medicina Veterinária e Enfermagem, e dos cursos técnicos em Enfermagem e Química.

Com aparelhos de última geração, os laboratórios são fundamentais para oferecer aos estudantes a oportunidade de conhecer, na prática, aquilo que aprendem na teoria, em sala de aula.

Laboratórios

Atualmente a instituição conta com os laboratórios de Análises de Solos e Foliar, Fitopatologia, Sementes, Fisiologia Pós-Colheita de Frutas e Hortaliças e de Pré-Processamento de Produtos Vegetais, Aquicultura e Climatologia Agrícola.

O Laboratório de Análises de Solos e Foliar é responsável pela análise de solo, oferecendo análise básica, micronutrientes e granulometria; análise foliar de macronutrientes e micronutrientes, e análise bromatológica, com matéria seca, proteína bruta, FDN (fibra detergente neutro), FDA (fibra detergente ácido) e lignina.

O Laboratório de Fitopatologia realiza análise fitopatológica e de sanidade de sementes, enquanto o Laboratório de Sementes faz análise de sementes, abrangendo germinação e vigor.

O Laboratório de Fisiologia Pós-Colheita de Frutas e Hortaliças e de Pré-Processamento de Produtos Vegetais realiza análise bromatológica, abrangendo composição química de matéria-prima vegetal e seus derivados, e assessoria, abrangendo controle de qualidade, tecnologia para armazenamento, embalagem e distribuição de produtos vegetais e análise de qualidade.

O Laboratório de Aquicultura realiza pesquisas nas áreas de lavricultura de peixes e nutrição e alimentos de peixe, enquanto o Laboratório de Climatologia Agrícola realiza monitoramento de parâmetros atmosféricos, repasse de dados meteorológicos a instituições públicas e privadas e assessoria técnica.

Conhecimento prático

Em entrevista concedida à Tribuna de Ituverava, o diretor Márcio Pereira ressalta a importância dos laboratórios para o aprendizado dos estudantes. “É muito importante porque melhora a qualidade de ensino dos estudantes através do conhecimento prático obtido nos laboratórios, em áreas que estão diretamente ligadas com a sua formação”, enfatiza.

“A Fafram busca sempre oferecer o melhor aos seus alunos, pois a instituição sabe da importância do conhecimento prático no mundo acadêmico”, finaliza Pereira.

Fonte: Tribuna de Ituverava

Imprimir

Casais festejam casamento comunitário com surpresas

AddThis Social Bookmark Button

O evento foi realizado no Campus II da Fundação Educacional de Ituverava (Fafram)

Clique aqui para acessar mais fotos deste evento

Foi no último sábado, dia 25 de outubro, a festa dos 27 casais que participaram do Casamento Comunitário, na Faculdade Doutor Francisco Maeda (Fafram), Campus II da Fundação Educacional de Ituverava. Prestigiaram o evento o diretor da Fafram, Márcio Pereira, a professora Regina Eli de Almeida Pereira, o coordenador do curso de Direito, professor doutor Paulo de Tarso Oliveira e o médico Dr. José Ângelo Sicca.
O casamento foi organizado por alunos do curso de Direito da Fafram, com a colaboração dos funcionários e sob a supervisão da Oficial do Cartório de Registro Civil, Professora Doutora Erika Rubião Lucchesi, que também é professora do curso de Direito.

Nos dias 23 e 24, quinta e sexta-feira, foi realizada a cerimônia oficial no Cartório de Registro Civil, conduzido pela Oficial do Cartório, Érika Rubião Lucchesi e pelo juíz de paz Fúvio de Souza Matos.

Festa
A festa começou às 12h de sábado, dia 25, com as noivas recebendo um buquê, e entrada dos casais pelo pátio da Fafram, e entrega da certidão do casamento civil pela oficial do cartório.

Os alunos de Direito fizeram uma homenagem a doutora Érika Rubião Lucchesi. Em seguida os noivos brindaram a união, e servido um almoço, doces e, no final, foi cortado o bolo. Diversos brindes doados pelo comércio e comunidade foram sorteados.

Os casais receberam também dos funcionários do Cartório de Registro Civil um porta-retratos com a foto do casamento civil.


“O evento foi maravilhoso. A iniciativa dos alunos em preparar um casamento comunitário foi, de longe, uma das experiências mais especiais e gratificantes que vivi. Alunos comprometidos, fazendo o bem às pessoas que não conhecem e casais recebendo uma festa linda, que começou com a doação de vestidos e ternos para os noivos, maquiagem e penteado das noivas.

O evento contou com a colaboração da comunidade ituveravense, como inúmeros patrocinadores, motivo pelo qual foi possível oferecer uma festa com almoço, bolo, docinhos, entrega de lembrancinhas aos presentes e sorteio de brindes para os casais e convidados. Foi um dia inesquecível. Fiquei emocionada", revelou a Oficial do Cartório Érika Rubião Lucchesi.

Realização de sonho
Uma das noivas, a técnica em enfermagem Lenir dos Santos Delgado, afirmou que o Casamento Comunitário foi uma oportunidade de realizar seu sonho. “O casamento foi a realização de um sonho antigo, pois, após 13 anos de união e com dois filhos maravilhosos, pude oficializar o matrimônio com o homem que escolhi e amo”, disse.

A diarista Lidiane Cristina da Silva Costa elogiou o Casamento Comunitário. “Foi emocionante, tudo muito bem organizado, além de várias surpresas, inclusive cabeleireiros e maquiadores que foram para arrumar as noivas. Foi a realização de um sonho, que demorou, mas aconteceu”, destacou.

Fonte: Tribuna de Ituverava

Veja Também

Prev Next