Imprimir

Aluna da Fafram desenvolve trabalho com Vigilância em Saúde de Ituverava

AddThis Social Bookmark Button

banner-Carolina-Scorsato

A aluna Ana Carolina Scorsato do curso de Medicina Veterinária da Faculdade Dr. Francisco

Maeda (Fafram) desenvolveu seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) em parceria com o setor de Vigilância em Saúde do município de Ituverava, sob orientação do docente Dr. Cleber Jacob Silva de Paula e da Especialista Jéssica Cristina Caretta Teixeira. O TCC intitulado como “Censo Populacional de Cães e Gatos Domiciliados do Município de Ituverava/ SP”, foi avaliado pelos docentes Mestre Sérgio Renato Macedo Chicote e Especialista Vânia Moyzes Cheibub Vieira. Na ocasião, o trabalho foi apreciado pelo vice-prefeito, Dr. Alcides Antônio Maciel Júnior, pela Coordenadora do Bem Estar Animal, Camila Mario Gorricho, e pelo Secretário da Fazenda, Alberto de Faria Pereira. Na ocasião, a aluna recebeu nota máxima pelo trabalho.

O trabalho desenvolvido consistiu em avaliar o censo populacional levantado no ano de 2017, no qual foi instituída uma comissão para sua estruturação. A comissão é formada pelo docente Dr. Cleber Jacob Silva de Paula, pela Coordenadora do Bem Estar Animal, Camila Mario Gorricho, pela Profissional de Informação, Educação e Comunicação, Jéssica Cristina Caretta Teixeira, pelo Secretário da Fazenda Alberto de Faria Pereira, e pelo representante do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, João Gilberto Rey. Posteriormente, o censo foi aplicado em todos os bairros e distritos pelos agentes de endemias. Ao todo, foram aplicados 11.293 questionários, com 34 perguntas abertas, algumas com as opções sim e não, dividida em dois blocos, com duas subdivisões em cada: cães (macho e fêmea) e gatos (macho e fêmea), no qual foram coletadas informações referente a espécie, sexo, idade, porte, vermifugação, vacinação, castração acesso à rua e interesse em castração. O vice-prefeito, Dr. Alcides Antônio Maciel Júnior, falou sobre o trabalho. “Em nome da prefeita Adriana e de todos os ituveravenses, quero agradecer e parabenizar o trabalho da aluna Ana Carolina Scorsato. Fiquei muito feliz com o resultado do trabalho e também do quanto essa pesquisa pode contribuir com o trabalho da Vigilância em Saúde. Parabéns à aluna e a todos envolvidos”, declara Dr. Alcides. A prefeita Adriana Quireza Jacob Lima Machado falou do trabalho. “Infelizmente, por conta de compromissos firmados anteriormente, não pude estar presente na apresentação desse trabalho, mas fiquei muito satisfeita com o resultado e com a iniciativa da aluna. Parabéns, Ana Carolina, e muito sucesso em sua carreira”, ressalta a prefeita.

Fonte: Jornal O progresso

Imprimir

Fafram recebe conceito máximo do MEC

AddThis Social Bookmark Button

A Faculdade está na lista das melhores do país, comprovando seu compromisso com a educação

banner-conceito-mecA Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram), instituição mantida pela Fundação Educacional de Ituverava (FE) recebeu em 2018, nota máxima no Conceito Institucional avaliado pelo Ministério da Educação (MEC), e entrou para o seleto grupo de excelência do Ensino Superior Brasileiro. É a primeira vez que a instituição recebe conceito 5 desde o início da análise, em 2007.

A cada ciclo, as instituições de ensino são avaliadas presencialmente. Cabe aos avaliadores atribuírem um Conceito Institucional que considera os elementos da visita e os Índice Geral de Cursos Avaliados (IGCs) das instituições. É realizada uma autoavaliação (avaliação interna) e uma externa. A primeira é coordenada por uma comissão própria de avaliação de cada instituição e a segunda, por comissões designadas pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira).

Na avaliação realizada no campus da Fafram entre os dias 17 e 21 de abril, a Comissão do MEC analisou cinco eixos: Planejamento e Avaliação Constitucional, que é um processo que englobava os diferentes aspectos do ensino, pesquisa, extensão e gestão das instituições (critério da globalidade) e o respeito à identidade institucional (perfil, missões, condições, necessidades, apurações); Desenvolvimento Institucional; Políticas Acadêmicas; Políticas de Gestão e Infraestrutura Física.

A comissão designada para o trabalho foi constituída por três avaliadores: da Universidade Federal de Brasília, da Universidade Federal de Belo Horizonte e da Universidade do Rio de Janeiro.

Seleto grupo

Em entrevista concedida à Tribuna de Ituverava, o diretor da Fafram, Márcio Pereira, explica que o MEC colocou a Fafram em seleto grupo de excelência que é usado para gerir políticas públicas de educação superior, permitindo a mudança de categoria administrativa e outras importantes diretrizes.

“Na análise, foram conferidos cinco grandes eixos: organização; didática pedagógica; plano de desenvolvimento; sustentabilidade financeira e infraestrutura, sendo o último um dos grandes destaques da Fafram. Foram avaliados também 19 requisitos legais e normativos, e a Fafram atendeu todos sem reservas”, destaca o diretor.

Os conceitos emitidos pelo MEC, além de oferecer vantagens que podem ser usadas como ferramentas de divulgação e marketing, também são os responsáveis por determinar o número de ações públicas que o Governo Federal implanta em instituições, sejam elas privadas ou públicas, como por exemplo, a disponibilidade do número de contratos com o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES).

Grupo de excelência

“O Ministério da Educação privilegia as instituições que integram o grupo de excelência com conceito entre 4 e 5, que posteriormente podem repassar este benefício a alunos que se enquadram ao programa”, observa Márcio Pereira.

Ainda de acordo com ele, a conquista mostra o crescimento e a consolidação da Fafram, na oferta de educação de qualidade nas diferentes áreas do conhecimento, e credencia a instituição para pleitear a categoria de Centro Universitário.

MEC classifica as instituições de ensino superior em três categorias

O Ministério da Educação classifica as instituições de ensino superior em três categorias: faculdade, centro universitário e universidade. A faculdade é voltada a indivíduos que buscam qualificação para o mercado de trabalho. A universidade conta com ensino, pesquisa e extensão, com atuação junto à comunidade. Além disso, exerce importante papel na formação de docentes. O centro universitário é intermediário, está entre a faculdade e a universidade.

“O Centro Universitário tem mais autonomia, por exemplo, para abrir novos cursos sem a aprovação prévia do MEC, prestar serviços na área de registros, dentre outras prerrogativas dessa categoria”, destaca Pereira.

Por último, Márcio Pereira atribui a avaliação positiva do MEC, ao apoio dos dirigentes da FE, ao comprometimento dos funcionários e aos gestores da Fafram.

Empenho

“A obtenção dessa nota, também é resultado do empenho dos professores, da satisfação que nossos alunos e egressos têm com a instituição, e dos projetos de pesquisa e extensão desenvolvidos em prol da comunidade de Ituverava, região e outros estados. Como obtivemos o conceito máximo, temos que desenvolver mais ações positivas para manter esse referencial excelente em ensino, pesquisa e extensão”, afirma.

“Agradeço especialmente à mantenedora (FE) que sempre tem procurado atender as nossas necessidades e solicitações para diversas áreas, e principalmente as que estão relacionadas à infraestrutura e organização”, diz o diretor da Fafram, Márcio Pereira.

Fonte: Tribuna de Ituverava

Imprimir

Estudantes da FE já podem acessar o Novo Portal do Aluno

AddThis Social Bookmark Button

A Fundação Educacional de Ituverava, através de suas mantidas, disponibilizou nessa terça-feira 19, uma nova versão do Portal do Aluno.

banner-academico-web-smallO novo Portal do Aluno é um espaço virtual que tem por objetivo facilitar a vida acadêmica dos discentes. É uma importante ferramenta no processo de organização, agilidade e autonomia dos alunos. Inclusive, ele está sendo desenvolvido com participação de alunos e ex-alunos da instituição.

A ferramenta, a principio denominada “Acadêmico WEB”, conta com um nova interface mais intuitiva e responsiva que facilita o acesso dos alunos. Traz diversas melhorias, como melhor apresentação do boletim, possibilidade de alteração de senha, inclusão de foto no perfil, emissão de carteirinha, calendário dinâmico, cadastros de dispositivos no wi-fi, ouvidoria e atualização cadastral. Novas funcionalidades estão previstas para o próximo semestre, são algumas delas:

• Requerimento de Bolsa Online
• Requerimentos de Secretaria com Protocolo
• Emissão de documentos

O Acadêmico WEB faz parte do novo Sistema Acadêmico em desenvolvimento pela Equipe FeLabs Desenvolvimento (T.I.) em parceria com o Departamento de Marketing e Web da FE.

Para acessar o novo Portal do Aluno, basta acessar o boletim como de costume, na área do aluno nos sites das faculdades, ou acessar diretamente digitando o endereço:

www.academico.feituverava.com.br

Imprimir

Curso de Medicina Legal

AddThis Social Bookmark Button

banner-curso-prof-wander-small

Corpo Docente

Prof. André Luis Jardini Barbosa – Delegado de Polícia, Professor da FAFRAM e da Faculdade de Direito de Franca, Professor Titular das Cadeiras de Inquérito Policial e Investigação Policial da Academia de Polícia “Doutor Coriolano Nogueira Cobra”, Especialista em Direito Processo Penal, Mestre em Direito e Doutorando em Direito.

Prof. Dr. Wander de Bortoli Pereira – Perito Criminal no Estado de São Paulo, Professor da FAFRAM, Professor na Pós-Gradução PUC/MG, Professor Pós-Doutorado da UFU, Pós-Doutor em Criminologia, Pós-Doutor em Filosofia e Constituição, Mestre e Doutor pela UFU, Especialista em Direito Público e Filosofia do Direito pela Universidade Católica, Especialista em Direito do Trabalho e Processo do Trabalho pela UNIANHANGUERA e Especialista em Direito Constitucional pela Estácio de Sá.

Investimento

R$ 25,00 por aluno;
R$ 35,00 para o público externo.

Horário

das 09:00 às 12:00 horas;
das 13:30 às 16:30 horas.

Inscrições

Na Secretaria da FAFRAM

Conteúdo

AULA

CONTEÚDO – MEDICINA LEGAL

PROFESSOR

DATA

01

- Medicina Legal: conceito;

- Da necessidade e da utilidade da Medicina Legal nos diversos ramos do Direito.

- Perícia e perito: conceitos; da necessidade da perícia no Direito; da atuação do perito nos diversos ramos do Direito;

- Da manifestação dos peritos;

- Documentos médicolegais.

André

28/04

02

- Traumatologia médico-legal.

- Toxicologia médico-legal.

- Asfixiologia médico-legal.

- Tanatologia médico-legal.

Wander

05/05

03

- Identidade e identificação: identificação policial ou judicial e identificação antropológica, incluindo-se a genética.

- Sexologia médico-legal: dos crimes contra a dignidade sexual; do abortamento e do infanticídio.

André

12/05

04

- Lei sobre Transplante e Doação de Órgãos (Lei nº 9.434/97).

- Psicologia e Psicopatologia médico-legais.

- Infortunística.

Wander

19/05

05

MEGA REVISÃO

André e Wander

26/05

Veja Também

Prev Next