Imprimir

8ª Cavalgada Solidária da Fafram será no dia 29

AddThis Social Bookmark Button

noticia-cavalgada-2018

A saída está prevista para às 8h, no antigo posto Ceamel (entrada da cidade)

Está marcada para o próximo dia 29 de setembro, a 8º Cavalgada Solidária da Fafram, que está sendo organizada pela Faculdade Dr. Francisco Maeda, por meio dos Diretórios Acadêmicos de Agronomia e Medicina Veterinária.

A saída está prevista para às 8h, no antigo posto Ceamel (entrada da cidade). Os cavaleiros deverão passar por vários locais, como as Avenidas Dr. Soares de Oliveira e Dr. Paulo Borges de Oliveira.
Depois, o grupo segue para o Centro de Vivência da Fafram, onde será recepcionado para um almoço com a tradicional Queima do Alho, com música ao vivo. Todos os inscritos poderão participar do almoço.

O valor do ingresso é R$ 35 incluindo uma camiseta, e R$ 20 apenas o ingresso, que pode ser adquirido na secretaria da Fafram.

De acordo com o diretor da Fafram, Márcio Pereira, que é um dos organizadores do evento, a cavalgada, que já se tornou uma tradição em Ituverava, tem como objetivo reunir pessoas que gostam da atividade e promover a confraternização entre elas. “Buscamos principalmente realizar a arrecadação de produtos não perecíveis, seja em forma de cesta básica, materiais de limpeza, que serão doados posteriormente às entidades do município”, destaca.

Avaliação

“Após o evento, a comissão organizadora, que é composta pela direção da Fafram, pelos diretórios acadêmicos de Agronomia e Medicina Veterinária e pelos responsáveis técnicos do curso de Medicina Veterinária, se reúne para fazer uma avalição do evento e determinar a destinação dos produtos arrecadados”, observa.

“Acho importante manter essa tradição da nossa região, que envolve a prática de um esporte antigo e resgatar as suas origens. Esperamos mais uma vez contar com o apoio da população. Após percorrermos a cidade, nos reuniremos no Centro de Vivência da Fafram, para a tradicional Queima do Alho, bater papo, trocar ideias e discutir questão atuais do agronegócio”, completa Márcio Pereira.

Imprimir

Ituveravense lançará Guia de Palmeiras da Fafram dia 4

AddThis Social Bookmark Button

Obra ilustrada foi elaborada pelo biólogo Juliano Aris Bento entre os anos de 2012 e 2014

banner-juliano-livroSerá lançado na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (FFCL), instituição mantida pela Fundação Educacional de Ituverava, na próxima terça-feira, 4 de setembro, o Guia Ilustrado de Palmeiras Plantadas no Campus da Fafram, livro elaborado pelo biólogo Juliano Aris Bento.

Em entrevista concedida à Tribuna de Ituverava, ele fala sobre a obra. “O livro é uma continuação do meu TCC (Trabalho de Conclusão do Curso) e vai servir para identificação e localização das espécies plantadas no campus da Fafram”, explica.

“A ideia surgiu logo após a apresentação do meu trabalho de conclusão, quando foi sugerido pelo meu orientador, o biólogo e diretor da Fafram, Márcio Pereira, que eu desse continuidade ao trabalho para identificação das palmeiras e completasse o futuro guia”, ressalta.

A maioria dos desenhos, como lembra Juliano Aris Bento, foi produzida no ano de 2012, enquanto ele cursava Ciências Biológicas. “Nesse período, desenhei 17 espécies que fazem parte do meu TCC. Entre 2013 e 2014, voltei ao campus Fafram para desenhar as palmeiras que restavam e também as peças que compõem cada uma das 20 espécies do campus, como frutos, flores, partes detalhadas do tronco, etc.”, relata.

Exemplares

No lançamento, exemplares da obra serão vendidos aos interessados, assim como algumas das ilustrações originais de Juliano. Também haverá exemplares disponíveis nas bibliotecas da Fundação Educacional de Ituverava, para a consulta dos alunos do curso de Ciências Biológicas, que é mantido pela FFCL e funciona na Fafram.
“O lançamento do guia representa um novo passo na minha vida e um retorno à arte botânica. É algo que vem para somar muito ao meu currículo e portfólio como ilustrador, além de ser um grande marco para mim, pois é meu primeiro livro”, destaca.

“Estou muito feliz e agradecido a todos que participaram dessa conquista direta e indiretamente”, completa.

Elogio

O diretor da Fafram, Márcio Pereira, ressalta a importância da obra. “A elaboração do guia pode ser considerada uma obra de arte. As palmeiras plantadas no campus da Fafram foram retratadas e imortalizadas por meio dos traços de Juliano Aris Bento, com uma perfeição que nos remete aos detalhes, não apenas morfológicos, mas na própria fisiologia da planta”, afirma.

“Fazendo uma visita no campus e observando os maciços de palmeiras ou mesmo os indivíduos isolados, não é possível contemplar as riquezas dos detalhes encontrados neste guia, que se faz muito útil para orientação daqueles que gostam de contemplar as belezas naturais”, ressalta.

Ainda segundo Pereira, com este trabalho, o autor demonstra que está conquistando maturidade na arte de ilustração botânica, área ainda carente de profissionais. “Parabenizo ao Juliano pela dedicação, empenho e qualidade naquilo que se propõe a fazer. A Fafram será eternamente grata”, finaliza o diretor.

O autor

O Fundo de Assistência Social da Associação dos Agentes FiscO biólogo e ilustrador Juliano Aris Bento, 35 anos, é filho de Aparecido Bento e de Francisca Aris Bento, e tem os irmãos Gledson Aris Bento e Aline Aris Bento.

Seus principais trabalhos incluem ilustrações para a CTBC em Franca e para a campanha de vestibular da FFCL e da Fafram em 2015; ilustrações do livro “Gula, Ira e Todo o Resto”, do jornalista Bruno da Silva Inácio; ilustrações para o livro “A boneca diferente”, da professora Renata Ribeiro Sandoval Pagotto; ilustrações para o livro “Como ajudar o Saci andar de skate”, de Marta Caetano, e ilustrações do informativo “Businha e a saga dos resíduos”, feito através de uma parceria entre Fundação Educacional de Ituverava e a empresa Busa Indústria e Comércio de Máquinas Agrícolas.

Fonte: Tribuna de Ituverava

Imprimir

Juiz do Trabalho doa 38 livros jurídicos à Fafram

AddThis Social Bookmark Button

Obras entregues pelo Dr. Renato César Trevisani, poderão ser utilizadas por alunos do curso de Direito

banner-doacao-livros-juiz

O juiz federal do Trabalho, Titular da Vara do Trabalho de Ituverava e professor universitário, Dr. Renato César Trevisani, doou 38 livros ao curso de Direito da Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram), instituição mantida pela Fundação Educacional de Ituverava.

As obras abrangem as áreas de Direito Civil, Direito Processual Civil, Direito Constitucional, Direito do Trabalho, Direito Processual do Trabalho e Direito Financeiro, entre Códigos, Legislações e Doutrinas.

Em entrevista concedida à Tribuna de Ituverava, o juiz fala sobre a doação. “Os livros têm este poder: sempre contribuem, sempre auxiliam e podem definir a vida de muitos, o que se deu comigo. Sempre recomendei aos alunos fazerem dos livros confidentes, exercitarem a leitura com prazer, com hábito”, afirma.
“O aluno do curso de Direito deve ir interagindo todas as informações que recebe durante o curso. Assim, quanto mais diversificadas e mais estruturadas forem estas informações, melhor será a sua formação”, ressalta.

Essa não é a primeira vez que o juiz faz esse tipo de doação. “Já tive este prazer e oportunidade de doar outras obras para outras instituições, o que me deixa muito feliz diante do desiderato de todas elas. Na condição de professor e magistrado, sempre recebo livros tanto das editoras como do Tribunal, e assim que percebo duplicidade de edições, ou edições posteriores sem alterações consideráveis, fico muito à vontade em direcioná-las aos estudantes”, destaca.

“Como a gente costuma fazer com agasalhos, podemos fazer com livros. E a comunidade acadêmica da Fafram é formada, em sua maioria, por alunos da cidade e região que se desdobram para custear todas as despesas”, diz.

Leitura no Ensino Superior


Dr. Trevisani destaca a importância da leitura no Ensino Superior. “Ela é fundamental, tanto no campo individual, a título de enriquecimento cultural, como diante da vida acadêmica para que tenha sucesso nas provas e avaliações. Eu posso afirmar que é comum o estudante do curso de Direito mudar sua opção profissional ou área de atuação depois que passa a ter contato com leituras em áreas concentradas”, relata.

“Eu dou o exemplo daquele aluno que inicia o curso afirmando que vai se dedicar às carreiras jurídicas públicas, mediante concurso público: Magistratura, Ministério Público, Delegado de Polícia e outras. No transcorrer da graduação, depois de apresentado a uma determinada matéria e seu professor, em conjunto com as leituras que passa a fazer, muda radicalmente a sua opção. Geralmente, surge a alegação de que o Direito é uma ciência social muito bonita e ao mesmo tempo uma modalidade aberta às mais variadas interpretações e com base nisto afirma que decidiu e vai advogar”, explica.

Também é comum, de acordo com o juiz, o acadêmico já estar direcionado à advocacia, mas no decorrer do curso passa a ter admiração por um professor que ocupa uma vaga na Administração Pública em conjunto com o Magistério, condições suficientes e capazes de promoverem a mudança.

Paulo Freire
O juiz ainda cita um dos pensadores mais influentes e importantes do Brasil. “Sempre que falo em leitura devo fazer referência a Paulo Freire, educador pedagogo, além de filósofo brasileiro. O mundo reconhece Paulo Freire por sua atuação na pedagogia, aliás ele é o patrono da Educação Brasileira”, lembra.


“Sempre defendeu que o educando assimilaria o objeto de estudo fazendo uso de uma prática dialética com a realidade, em contraposição à por ele denominada educação bancária, tecnicista e alienante.

Ou seja, o educando criaria sua própria educação, fazendo ele próprio o caminho, e não seguindo um já previamente construído. Desta forma, libertando-se destes chavões alienantes, o educando seguiria e criaria o rumo do seu aprendizado. Para que saibam, ele foi o brasileiro mais homenageado, com 29 títulos de Doutor Honoris Causa, além de diversos galardões, como o prêmio da UNESCO de Educação para a Paz”, destaca.

Biografia de Paulo Freire

Paulo Freire (1921-1997) foi um educador brasileiro, criador do método inovador no ensino da alfabetização, para adultos, trabalhando com palavras geradas a partir da realidade dos alunos. Seu método foi levado para diversos países.

Paulo Freire nasceu no Recife, Pernambuco, no dia 19 de setembro de 1921. Filho de Joaquim Temístocles Freire, capitão da Polícia Militar e de Edeltrudes Neves Freire, morou na cidade do Recife até 1931, quando foi morar no município vizinho de Jaboatão dos Guararapes, onde permaneceu durante dez anos.

Iniciou o curso ginasial no Colégio 14 de Julho, no centro do Recife. Com 13 anos perdeu seu pai e coube a sua mãe a responsabilidade de sustentar todos os quatro filhos. Sem condições de continuar pagando a escola, sua mãe pediu ajuda ao diretor de Colégio Oswaldo Cruz, que lhe concedeu matrícula gratuita e o transformou em auxiliar de disciplina, e posteriormente em professor de língua portuguesa.

Em 1943 ingressou na Faculdade de Direito do Recife. Em 1944 se casou com Elza Maria Costa de Oliveira, professora primária, com quem teve cinco filhos. Depois de formado continuou como professor de português no Colégio Oswaldo Cruz e de Filosofia da Educação na Escola de Belas Artes da Universidade Federal de Pernambuco.

Em 1947 foi nomeado diretor do setor de Educação e Cultura do Serviço Social da Indústria. Em 1955, junto com outros educadores fundou, no Recife, o Instituto Capibaribe, uma escola inovadora que atraiu muitos intelectuais da época.

Obras de Paulo Freire

• Educação Como Prática da Liberdade (1967)
• Pedagogia do Oprimido (1968)
• Cartas à Guiné-Bissau (1975)
• Educação e Mudança (1981)
• Prática e Educação (1985)
• Por Uma Pedagogia da Pergunta (1985)
• Pedagogia da Esperança (1992)
• Professora Sim, Tia Não: Carta a
Quem Ousa Ensinar (1993)
• À Sombra Desta Mangueira (1995)
• Pedagogia da Autonomia (1997)

Alfabetização

Dr. Trevisani ainda lembra de outras importantes conquistas de Paulo Freire. “Quero registrar, também, que Paulo Freire foi de infância humilde e pobre, passou fome, talvez seja esta a sua razão para se preocupar com os pobres, o que incluía os seus ensinamentos. Dou sempre como exemplo o fato de que em 45 dias ele conseguiu alfabetizar 300 adultos no Estado Membro do Rio Grande do Norte”, lembra.

“E para a nossa alegria, ele também cursou Direito, além de Filosofia, mas sempre trabalhou como professor. Atuou em diversos países além de ter sido convidado por muitos administradores para se ativar na Administração Pública, como educador, tendo destaque pela sua atuação como professor em Harvard”, ressalta.

Hoje existe o Instituto Paulo Freire, com os arquivos de educador, com as suas ideias e legado. “Ele dizia que não existe tal coisa como um processo de educação neutra. Educação ou funciona como um instrumento que é usado para facilitar a integração das gerações na lógica do atual sistema e trazer conformidade com ele, ou ela se torna a ‘prática da liberdade’, o meio pelo qual homens e mulheres lidam de forma crítica com a realidade e descobrem como participar na transformação do seu mundo”, finaliza o juiz.

Renato César Trevizani

É Juiz Federal do Trabalho – graduado pela Faculdade de Direito de Franca/SP – Mestre em Direito pela UNESP-Franca/SP – Doutor pela PUC/SP – Professor da UNESP-Franca/SP – Professor da FVG/MBA – Professor da Universidade de Ribeirão Preto/SP – Professor da ESAOAB/SP, e Professor da FEI – Ituverava/SP.

Fonte: Tribuna de Ituverava

Imprimir

Dia Nacional do Campo Limpo é comemorado pela Fafram

AddThis Social Bookmark Button

O evento ocorreu dia 17, na Central de Recebimento de Embalagens Vazias de Agrotóxicos da Fafram

banner-dncl2018O Dia Nacional do Campo Limpo, que é comemorado em todo o Brasil desde 2004, chegou à sua décima terceira edição em Ituverava. Para marcar a data, a Central de Recebimento de Embalagens Vazias de Agrotóxicos da Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram), realizou uma ampla programação.

O evento ocorreu ontem, sexta-feira, 17 de agosto, durante o dia todo, no campus II da Fundação Educacional de Ituverava. Na abertura, a Fanfarra Municipal Estudantil de Ituverava, se apresentou executando o Hino Nacional.

O objetivo do evento foi mostrar o funcionamento de uma central de recebimento, que é parte da logística do Sistema Campo Limpo. Na ocasião, a Central promoveu o “Central Portas Abertas”, dando à comunidade, agricultores, universitários e alunos de cursos técnicos, a oportunidade de conhecer as etapas do trabalho realizado pela unidade de recebimento, e as estações (Poluição da Água, EPI, Tríplice-lavagem, Destinação Final e Reciclagem e Saúde) de embalagens vazias de agrotóxicos.

Autoridades

Prestigiaram o Dia Nacional do Campo Limpo, o presidente da Fundação Educacional de Ituverava, Pedro César Galassi; o diretor-executivo, Roberto Inácio Barbosa; o vice-diretor-executivo, Antônio Gonçalves Delgado; o vereador Adauto Barbosa de Matos; a secretaria da Educação Benedita Maria Barbosa Paschoim (“Fia”); a vice-diretora da EMEF TI Professora “Maria Barbosa”, Adriana Louzada de Oliveira; o presidente do Sindicato Rural de Ituverava, Gustavo Ribeiro Rocha Chavaglia; o diretor da Fafram, Márcio Pereira; a Coordenadora de Extensão da Fafram e gerente da Central de Recebimento de Embalagens Vazias de Agrotóxicos, Regina Eli de Almeida Pereira, entre outras autoridades.

Também visitaram o evento alunos da e FE, da ETEC Prof. Carmelino Corrêa Junior, de Franca; do SENAR; da ETEC Professor Laurindo Alves de Queiroz, de Miguelópolis; da ETEC Professor Antônio Junqueira da Veiga, de Igarapava; do Jovem Aprendiz e representantes do CIEE.

Homenagem

Também foram homenageadas pessoas que se destacaram no Sistema Campo Limpo em 2017. O ituveravense Adelino Carreira Neto – proprietário do Sítio Santa Giana; a Usina Açucareira Guaíra – representada por Wender Cardoso Vilela; o Posto de Recebimento e a Associação de Revendas de Produtos Agrícolas de Franca e Região – ARPAF – representado pelo engenheiro agrônomo, Luís Fernando Paulino.

Outras autoridades e servidores públicos do município também foram homenageados, como a prefeita Adriana Quireza Jacob Lima Machado; a secretária da Educação, Benedita Maria Barbosa Paschoim (“Fia”); a vice-diretora da EMEF TI Professora “Maria Barbosa”, Adriana Louzada de Oliveira a assessora de Coordenação Pedagógica, Maria Teresa Henrique Lino Silva; o chefe de Gestão da Fazenda Municipal, Alberto de Faria Pereira, e a secretária do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Maria Cláudia Faria de Almeida.
Peça teatral

Os alunos dos 5º anos A e B da EMEF TI “Professora Maria Barbosa”, Manuela Pina, Paulo Henrique Viana, Izabela Rodrigues, Sérgio Otávio, Vitória Cristina, Marcos Vinícius, Ana Luiza Reis, Raiane Vitória e Marcos Paulo, orientados pela professora Maria Luiza Abadalla Barbosa Quereza, apresentaram a peça teatral “Nosso Planeta, Nossa Casa”, que abordou o tema Resíduos Sólidos – Responsabilidade Compartilhada.

No encerramento, a Fanfarra Municipal, orientada pela professora Isabel Cristina Mota Machado (“Bebel”), se apresentou novamente, e o evento foi aberto à visitação, quando as pessoas tiveram a oportunidade de conhecer as cinco etapas do Sistema Campo Limpo.

Programação da semana engloba Educação Ambiental nas escolas

A programação em comemoração ao Dia Nacional do Campo Limpo não para por aí. Conforme o cronograma previsto, também está sendo realizado o Programa de Educação Ambiental (PEA), uma iniciativa do Sistema Campo Limpo, com o objetivo de apoiar as instituições de ensino na complementação de conteúdos curriculares por meio de temas relacionados ao meio ambiente e alinhados às recomendações dos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN).

A Central está levando o PEA para 89 escolas, de 22 municípios, 20 do estado de São Paulo (Ituverava, Aramina, Buritizal, Brodowski, Delta, Guaíra, Guará, Igarapava, Ipuã, Itirapuã, Jardinópolis, Jeriquara, Miguelópolis, Nuporanga, Orlândia, Pedregulho, Restinga, Ribeirão Corrente, Sales Oliveira e São Joaquim da Barra) e 2 do estado de Minas Gerais (Claraval e Ibiraci), Crianças
São 11.518 crianças cursando o 4º ano e 5º ano do Ensino Fundamental e que irão participar dos concursos de Desenho (5.711 crianças) e Redação (5.807 crianças).

A Central também desenvolve o Dia Nacional do Campo Limpo (DNCL) na Escola, que é um convite às escolas para realizar atividades como: gincanas, apresentação teatral, exposição de desenhos, passeios ecológicos e materiais produzidos em sala de aula relacionados à conservação do meio ambiente e reconhecimento ao Sistema Campo Limpo.

DNCL Solenidade está prevista para ser na Câmara Municipal

No dia 21, por meio do DNCL Solenidade, está previsto na Câmara Municipal de Ituverava, uma palestra que será proferida pela Coordenadora de Extensão e gerente da Central de Recebimento de Embalagens Vazias de Agrotóxicos, Regina Eli de Almeida Pereira, para os vereadores do município.

Outra ação desenvolvida pela Central, é a DNCL Universitário, que consiste em uma palestra sobre o tema Sistema Campo Limpo, que será na próxima quinta-feira, 23 de agosto, na Escola Técnica Iang, em São Joaquim da Barra.

No dia 29, a DNCL Ação com Agricultor está preparando um Dia de Campo com os agricultores do assentamento “Boa Sorte”, em Restinga, quando os agricultores receberão orientações e conhecerão o funcionamento e as funções de uma Central de Recebimento de Embalagens Vazias de Agrotóxicos.

Além disto, receberão instruções sobre o manuseio correto das embalagens vazias de agrotóxicos, até sua chegada na Central.

A sétima atividade da Central, a DNCL Ação Comunitária, acontecerá no no dia 30 de agosto, com o plantio de plantas ornamentais no jardim do Salto Belo – Centro de Educação Ambiental.

Comprometimento

“Toda programação só pôde ser concretizada, graças ao comprometimento e empenho de uma equipe de colaboradores e alunos voluntários da Fafram, Antônio Carlos, Luís Fabiano e Reginaldo; a minha equipe formada pela Bianca e os estagiários Gabriel e Pedro, e ao apoio incondicional da diretoria da Fafram e da Fundação Educacional de Ituverava”, agradece a gerente da Central Regina Eli.

“Também contamos com o apoio do Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias – inpEV, das empresas Arysta, Bayer, Upl, FMC, Atos Logística, da revenda Casa da Lavoura/BASF e do Salto Belo – Centro de Educação Ambiental. Mais uma vez, é a Fafram trabalhando e conscientizando as pessoas para um ambiente mais seguro e sustentável”, observa a professora Regina Eli de Almeida Pereira.

Evento

O diretor da Fafram, Márcio Pereira fala sobre o evento. “Foi a 14° edição do Dia Internacional do Campo Limpo, que é comemorado em 18 de agosto. Ao todo, são 82 escolas de 12 municípios que caminham junto com a nossa Central, onde são treinadas e capacitadas, para ensinar as crianças o descarte e uso adequado dos agrotóxicos e das embalagens, promovendo a educação ambiental”, disse.

“Vale ressaltar que esse dia é comemorado em todo o Brasil e, estou muito orgulhoso da nossa Central, que ficou em primeiro lugar na área de logística e operação de recebimento de embalagem, e cada vez mais empenhada no futuro de nossas crianças”, completa o diretor.

Fonte: Tribuna de Ituverava

FOTOS

0c8c41d1-bf24-4a84-95c6-0a05e8ab3461

0df3d778-dca0-4046-a41f-bb7d298b2308

1c1015b4-7095-4310-9884-ba1424fe277f

1cb5b620-9724-431f-a59b-9593ba6d6364

2df6d56e-d299-4d80-8bea-ddc2aee19a64

4c7a5c96-2287-4371-8220-65c685c29af2

7ab388d5-133b-4f37-bbea-631db3fde5a6

7c9849b3-4bc5-4cc9-bc96-697ff7ebe62c

09c83ea0-1537-4420-9db8-022d41dcf426

13c947b0-6d92-45a5-960d-cea7692ef131

27d2a2fd-8c05-4512-9ab9-537c78790fd4

30a3aa49-b477-4934-a344-72162c1db312

32c1889e-4111-49c7-896f-6d350da8bafb

40d0592a-eaff-460c-8af3-df603500ed2f

46a3ffba-d940-4e42-8b2e-af298bd39381

56ad52b8-fca8-4957-8a23-23140c7c4d36

63ed353e-d04b-4344-af47-25f85d020217

78f3f4fa-a596-4d3b-acab-9b77ca6fe0c7

82c6b6e1-7f5a-466c-a730-9df797b55233

46a3ffba-d940-4e42-8b2e-af298bd39381

63ed353e-d04b-4344-af47-25f85d020217

56ad52b8-fca8-4957-8a23-23140c7c4d36

63ed353e-d04b-4344-af47-25f85d020217

78f3f4fa-a596-4d3b-acab-9b77ca6fe0c7

82c6b6e1-7f5a-466c-a730-9df797b55233

211b23d7-fdf0-43a6-a29a-561d71efb15d

606b1f36-f4d3-4dda-a54c-c2af4cf45d9d

2208b7d6-54a3-4f73-8433-5e8c2108d0b3

2693a1ae-3a2a-4a25-a022-7a4cf171ec6a

18160f9c-23dc-4344-a9e4-c409ae7a8b10

23156518-c288-4e43-8809-36f85ad74f4a

a0646c99-1369-46c3-baa5-ae14fd2b9007

aa2c4416-fce8-4f10-aa41-a49342b8cc4b

a788db20-b024-46bd-bb25-afb31fb6b1da

a19813df-92bc-463f-84c4-1a2a75d4a73d

ac67624e-f686-4c54-9956-d4b1b1fe7f2d

bcc94d35-bf39-4058-aed2-a64b1857885b

c1f23a8b-8e85-4372-97d3-0bde2ef84031

c7928175-6eac-46fc-bc0e-020317488e51

d4a84e5c-ec72-4c73-b35f-36722ee55bd1

f0c0633c-adab-46a7-9883-9e1df1fcaf5b

da03acc7-e76a-48fd-b996-9c3b2a53260f

 

 

 

 

Imprimir

Fafram forma 54ª turma de Agronomia e 19ª turma de Medicina Veterinária

AddThis Social Bookmark Button

Solenidade foi realizada na quinta-feira, 5 de julho, no Salão Social da Apae

banner-formaturas-2018-1

Foram realizadas na última quinta-feira, 5 de julho, as solenidades de formatura da 54ª turma de Engenharia Agronômica e da 19ª turma de Medicina Veterinária, da Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram), instituição mantida pela Fundação Educacional de Ituverava.

As colações de grau ocorreram no Núcleo Cultural “Dra. Paulo Borges de Oliveira”, Salão Social da Apae.
A madrinha da 54ª turma de Agronomia, que recebeu o nome Prof.º Dr. José Antônio de Sousa Rossato Júnior”, foi a Prof.ª Dr.ª Anice Garcia. A paraninfa foi a Prof.ª Dra. Lívia Cordaro Galdiano Chicone e patrona, a Prof.ª Dra. Silvelena Vanzolini Segato.

Alunos

“Estou realizada e muito feliz por mais uma etapa concluída na minha vida. Foram quatro anos e meio aprendendo muito, e hoje posso falar que me sinto preparada para enfrentar o mercado de trabalho, pois estou capacitada para isto”, afirma Maria Beatriz Ribeiro, formanda do curso de Engenharia Agronômica.

“Estou emocionada com essa conquista em minha vida. Desejo a todos os meus colegas uma vida carreira profissional, e aos meus professores, o meu muito obrigada por todos os ensinamentos e pela paciência”, agradece Laura Carolina Nascimento Ferreira, formanda do curso de Medicina Veterinária.

“Quero aproveitar o máximo possível os meus últimos minutos como aluna, pois a partir do momento que eu pegar meu diploma, serei uma grande profissional, graças ao meu esforço, aos ensinamentos dos professores e a qualidade de ensino oferecido pela Fafram”, destaca Ana Carlona Scorsato, formanda do curso de Medicina Veterinária.

Engenharia Agronômica

Na manhã do dia 5, às 10h, os 49 formandos em Engenharia Agronômica fizeram o plantio da árvore da turma e descerraram a placa dos formandos. Às 19h, foi realizada a Celebração da Palavra, seguida pela Colação de Grau.

A professora do curso de Agronomia e paraninfa, Lívia Cordaro Galdiano Chicone, fala sobre os formandos. “A turma de Agronomia é muito querida em toda a faculdade. Nós, professores, temos certeza que os formandos estão prontos para o mercado de trabalho e qualificados como excelentes profissionais”, afirma.

Medicina Veterinária

A 19º turma de Veterinários Prof.ª Msc. Eliana D’Áuria, escolheu como madrinha a Prof.ª Dra. Elzylene Léga, como paraninfo o Prof.º Dr. Daniel Paulino Júnior, e como patrona a Prof.ª Dra. Paula Ferreira da Costa.

Na mesma manhã, os 23 formandos do curso de Medicina Veterinária também realizaram o plantio da árvore da turma e descerraram a placa dos formandos, às 10h30. Mais tarde, às 19h, juntamente com a turma de Agronomia, participaram da Celebração da Palavra e da Colação de Grau.

O Médico Veterinário, Ricardo Lima Salomão, fala sobre ser escolhido como funcionário homenageado. “Fiquei extremamente feliz pela homenagem de ter sido escolhido como professor, pois entendo que é uma forma de reconhecimento pelo nosso trabalho. Nosso objetivo, é sempre tornar os estudantes profissionais, capacitados para o mercado de trabalho”, observa Ricardo.

Fonte: Tribuna de Ituverava

Imprimir

Horários de Aulas 2º Semestre de 2018

AddThis Social Bookmark Button

Já estão disponíveis para os alunos os horários de aulas dos cursos da FAFRAM para o segundo semestre de 2018. Todos os horários estão sujeitos a alterações.

 

 


Segue horários por curso:
 
Imprimir

CPA - Questionários 1º Semestre de 2018 para os Alunos

AddThis Social Bookmark Button

banner-cpa

Estão abertos os questionários da CPA 1º Semestre de 2018 para os Alunos.

Para responder os questionários deverá acessar a área do aluno antiga, informando o código do aluno e senha (dia e mês da data de nascimento).

É muito importante a participação de todos. Juntos somos mais fortes!

Pedimos a participação de todos os alunos.

CLIQUE AQUI PARA RESPONDER OS QUESTIONÁRIOS

Veja Também

Prev Next